MAIS OBRAS

MAIS OBRAS

Mensagem da Semana

E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra. Apocalipse 22:12

domingo, 10 de abril de 2016

Cláudio Furtado não desistiu!


Ouvimos falar hoje, o dia todo, sobre desistência, palavra tão incitada pela entrevista do líder Cláudio Furtado em Coelho Neto.   Resolvi analisar o processo e sabendo que em sentido lato, desistir significa não prosseguir em um intento, abrir mão voluntariamente de (algo); abster-se, abdicar, renunciar. Afirmo que Claudio não desistiu!
Vereadora e Pré-candidata a Prefeita Cristiane Bacelar

Como é peculiar aos sábios e bons pensadores, o que lhe é permitido pela prática do cargo de Procurador Federal, adquirido pela luta e inteligência de um menino da zona rural de um município carente do sofrido Maranhão, ele apenas mudou de rota e estratégia.

Até agora, não tivemos candidaturas na oposição política de Coelho Neto para as eleições 2016, apenas intenções e disponibilidades de nomes para pleitear o cargo do executivo. Empolgado pelo carinho e confiança depositado nele na primeira eleição que concorreu, Claudio não fugiu à luta, entregou-se ao gosto popular, e estava crescendo bem nas pesquisas junto com outras lideranças. Surpresos com o grande crescimento da oposição no município, ficamos felizes, mas com dificuldades para lidar bem com tantas boas opções de candidaturas.

 Chegamos muitas vezes a ter mais candidatos a prefeitos do que a vereadores, como a exemplo de alguns partidos. Então esse jovem e promissor articulador, sim, pois até por essa habilidade lhe foi confiado o cargo na Secretaria Estadual de Assuntos Políticos. E como já vinha mostrando, conseguiu ampliar o leque de possibilidades de candidaturas majoritárias dentro de seu partido, PCdoB, com dois nomes muito cobiçados pelos partidos, ex-deputado Antônio Carlos Bacelar e vereador Antônio Pires.

Então dentro dessa articulação para vitória do seu grupo, resolveu movimentar o processo, mudou sua estratégia e incentivou outros a destravar as decisões.

O que muitos não entendem é que as grandes e dolorosas decisões só são tomadas por pessoas grandiosas, e que tem o olhar voltado para o coletivo. Nossa gente  precisa de pessoas com sua visão articulador político do Estado do Maranhão.

Cristiane Bacelar

Nenhum comentário:

Postar um comentário