Mensagem da Semana

E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra. Apocalipse 22:12

sábado, 23 de abril de 2016

Como será ???

senadores
A semana vai começar com a formação da comissão especial no Senado que analisará o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). Agora, todas as atenções estarão voltadas para os senadores. Os do Maranhão já sinalizaram que terão uma só posição na hora de votar. Resta agora decidir se os votos da bancada serão a favor ou contra o impedimento da petista.

Pelos últimos posicionamentos, vale apostar que os senadores maranhenses tomarão a decisão de votar a favor do impeachment de Dilma. O senador João Alberto de Sousa (PMDB) se colocou abertamente contra o impedimento da presidente até pouco antes da votação que ocorreu na Câmara dos Deputados. O peemedebista estava enfrentando até correligionários para defender a presidente, mas depois do domingo, 17, quando a maioria dos deputados decidiu levar adiante o processo de impedimento da presidente, o discurso do senador mudou e agora o momento é de análise da matéria.

O senador do PSB, Roberto Rocha, chegou a ensaiar a defesa da presidente Dilma Rousseff em alguns momentos. Seu partido preferiu ficar contra a petista, mas mesmo assim Rocha não disse ser pró-impeachment. Ele preferiu defender a realização de uma nova eleição presidencial, alegando que o impedimento da presidente não resolveria a crise política e econômica. Agora, parece que a opinião é outra e o caminho que deverá ser seguido é pelo impedimento.

O único que nunca disse sim ou não ao impeachment foi o senador Edison Lobão (PMDB). E ainda não se posicionou publicamente a respeito. Mas se concordou em unificar o voto da bancada maranhense no Senado, dá a entender que também optará pelo sim.

O processo deverá começar a ser analisado pela comissão especial no início da semana. Se aceito, Dilma será afastada do cargo por 180 dias, assumindo o comando do país o vice-presidente Michel Temer.
(Coluna Estado Maior)

Nenhum comentário:

Postar um comentário