MAIS OBRAS

MAIS OBRAS

Mensagem da Semana

E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra. Apocalipse 22:12

domingo, 17 de abril de 2016

“Mais saúde” – Por Flávio Dino

flavio_foto_300_400-225x300Nesses momentos em que a palavra “política” vira sinônimo de luta cega pelo poder, é importante lembrar que seu objetivo mais nobre é a promoção de uma sociedade com a máxima igualdade possível. E igualdade com qualidade de vida a todos, o que se traduz para milhões de pessoas em atendimento à saúde, área que figura entre os primeiros itens de preocupação do brasileiro em todas as pesquisas de opinião. Melhorar a saúde significa reforçar as equipes de atendimento, como estamos fazendo com os seguidos concursos e processos seletivos públicos para várias áreas. Mas superar algumas situações dramáticas muitas vezes exige atitudes extraordinárias, em especial no Maranhão, onde herdamos uma realidade alarmante fruto de 50 anos de domínio de uma mesma família.
Nesse sentido, seguindo exemplo de outras áreas que recebem atendimento emergencial, como a Força Nacional de Segurança no combate à violência, criei no meu primeiro dia de governo, a Força Estadual de Saúde. Após processo seletivo público e um intenso curso de formação, a Força seguiu na segunda-feira para sua missão. Inicialmente, a Força Estadual de Saúde atuará nos 30 municípios prioritários, integrantes do Plano Mais IDH, fazendo a cobertura de atendimento à saúde de mais de 422 mil maranhenses.
A Força contará com 120 profissionais que comporão uma equipe multidisciplinar com os seguintes profissionais: 30 médicos, 60 enfermeiros, quatro cirurgiões dentista, quatro farmacêuticos, quatro nutricionistas, quatro psicólogos, três assistentes sociais, três fisioterapeutas, três educadores físicos, três terapeutas ocupacionais e dois fonoaudiólogos.
Essas equipes estão atuando inicialmente no combate à mortalidade infantil e materna, diabetes e hipertensão, além do atendimento à saúde das populações indígenas e grupos com maior vulnerabilidade. E também irão atuar no Plano de Enfrentamento da Epidemia de Dengue, Chikungunya e Zika vírus.
Toda a equipe da Força Estadual de Saúde recebeu um treinamento intensivo nos programas e protocolos de atendimento do Ministério da Saúde. Com isso, além de cuidar diretamente da população, tornam-se agentes multiplicadores de conhecimento para a rede municipal de saúde.
Em paralelo às ações emergenciais, mantivemos o reforço estrutural do atendimento à saúde em todo o estado. Para isso, realizamos no último domingo o inédito concurso para 7.902 vagas na EMSERH, que contou com mais de 83 mil candidatos.
Esses servidores atuarão nas UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) e hospitais regionais. Somam-se a essas ações a construção do Hospital da Criança e a criação do NINAR, um centro de referência para atendimento às crianças com microcefalia, derivadas ou não do zika vírus, além de outros problemas de neurodesenvolvimento. Importante mencionar também o Hospital dos Servidores, bem atrás do antigo Hospital do IPEM, que já está sendo edificado, para que seja quitada uma dívida com a categoria.
Com essas medidas, que compõem meus compromissos estabelecidos em campanha, estou seguro que chegaremos a 2018 em melhores termos do que estamos agora. Estamos superando os tristes sinais do mau uso da política, refletidos na presença do Maranhão sempre nos piores do país. A política pode e deve ser a concertação de esforços e desejos para construção de uma sociedade melhor para todos. É nisso que acredito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário