Mensagem da Semana

E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra. Apocalipse 22:12

ANTES NÃO TINHA, AGORA TEM!

ANTES NÃO TINHA, AGORA TEM!

segunda-feira, 15 de outubro de 2018

O menos indicado: Com pouco prestigio e sem grupo político, ex-prefeito Soliney Silva convoca oposição para união

Ex-prefeito Soliney Silva tenta arquitetar nome de
Bruno Silva (seu Filho), para sucede-lo
O ex-prefeito de Coelho Neto, Soliney Silva (MDB), fez uso dos microfones de sua rádio neste sábado (13), para fazer uma audaciosa proposta de uma suposta “união das oposições” da cidade. 

Acompanhado de alguns dos seus poucos aliados, Soliney teve a coragem de pedir ajuda a todos os componentes de grupos políticos de oposição, na intenção de destronar o prefeito Américo de Sousa (PT), de seu frágil e confuso governo. 

Não sendo o mais indicado para tal atitude, mesmo depois de ter ferido, machucado e ofendido profundamente seus próprios aliados e toda a classe política de Coelho Neto,(peculiarmente alguns), agora, Soliney, após ter cuspido pra cima, tenta dar uma de bom moço ao se ver isolado e sem apoios. 

Odiado e abandonado por seu grupo, Soliney, faz esse “sublime” gesto, que não tem nada a ver com humildade (palavra desconhecida por ele), e tenta agora  recrutar os nomes que tiveram destaques nestas eleições de 2018. 

Malandro como ninguém jamais viu, só perdendo para Américo de Sousa, Com a desculpa fajuta “Temos que somar forças e unir a oposição”, o ex-prefeito Silva busca a retomada do poder por meio de um sucessor, alguém que siga indubitavelmente suas ordens e que seja de sua total confiança. 

Com os direitos cassados, não resta nenhuma dúvida que tentará emplacar o nome de um dos seus filhos, o mais provável será,Bruno Silva, visto que os demais não possuem tino político. Bruno, por sua vez, até quis ser o nome de referência nestas eleições de 2018, mas o autoritário pai o reprimiu a ponto de lhe privar este direito. 

Soliney Silva, não visa apenas aliados, mas tentará arregimentar nomes que apenas sirvam para balançar a cabeça em ato de submissão a ele, nos momentos de seus longos discursos proselitistas, o que seria um verdadeiro tapa na cara da oposição Coelhonetense. 

Toda a classe política, conhece muito bem como funciona governo de pulso de ferro de Soliney Silva, juntar-se a ele seria o mesmo que dar corpo a possível candidatura de Bruno Silva. Aí sim, Soliney viria pra cima com todo vapor e construiria uma dinastia a seu favor. 

Coelho Neto, precisa com urgência de um legitimo representante majoritario para a oposição, mas quem se habilitará ao cargo? 

Abram os olhos!... O que já foi, já era.

Nenhum comentário:

Postar um comentário