quinta-feira, 30 de julho de 2015

IMAGENS DA TARDE

Vereador Raimundo silva Visitando e ouvindo moradores dos bairros de Coelho Neto. "Ouvir o povo é muito importante,"diz ele. 


Invertida sem sucesso

Sem prestigio com o prefeito de Coelho Neto, um vereador de sua base aliada vem há dias tentando sem sucesso montar um grupo de resistência ao mandatário dentro do Parlamento no sentido de dá pressão para a negociata.
 
Cabisbaixo sem muitas perspectivas o edil perambula como um condenado e não tem obtido sucesso.

 A este momento isso não vai adiantar. Fontes ligadas ao prefeito Soliney Silva garante que o candidato a prefeito é mesmo o Rafael Silva, e é só questão de tempo para o prefeito lançar o jovem. Soliney tem falado que o lançamento da pré-candidatura de seu sobrinho tem que ser até setembro, para dá tempo de ele recompor as dissidências que por ventura vier acontecer.

Este vereador tenta chamar a atenção de seu prefeito é para ver se ganha a vaga de vice, mas a mesma já foi oferecida e sacramentada pra um conhecido médico.  


Prefeito e vice de Amapá do Maranhão são cassados sob acusação de corrupção eleitoral

A Justiça Eleitoral cassou os mandatos do prefeito e vice-prefeita do município de Amapá do Maranhão, localizado na região do gurupi, a 505 km de São Luís. A decisão é do juiz da 64º Zona Eleitoral, Luiz Carlos Licar Pereira e resultante de uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) da Coligação “Com a força do povo e a benção de Deus, agora é a nossa vez”.
Cassados, prefeito (Charles Lemos) e vice (Nete) ficam nos cargos até que o TRE-MA confirme a decisão em primeiro grau.

Segundo a sentença do último dia(23), divulgada nesta quinta(30) no diário da Justiça Eletrônico, Juvencharles Lemos Alves(PRB) e Ivanete Coelho Reis(PCdoB) são acusados de captação ilegal de sufrágio e o abuso de poder econômico. A justiça determinou a inelegibilidade dos réus por oito anos, condenado-os, ainda, ao pagamento de multa, conforme determina o art. 41-A, da Lei nº 9.50/97.
O juiz sustenta na decisão que os representados teriam doado material de construção a eleição em troca de seus votos; teriam confeccionado inúmeras carteiras de trabalho, idealizadas e distribuídas e teriam entregado inúmeras portarias falsas durante a campanha eleitoral de 2012.

Apesar da cassação, o prefeito (Charles Lemos) e vice (Nete) ficam respectivamente nos cargos até que o Tribunal Regional Eleitoral confirme a decisão em primeiro grau.

Ainda de acordo do o magistrado, os investigados uniram-se com desígnios e vontade deliberada de fraudar a lei, praticando acintosamente a captação ilegal de sufrágio e o abuso de poder econômico, visando conspurcar a vontade do eleitorado.

“Conclui-se, Portanto, que os autos praticados pelos investigados comprometeram a lisura das eleições, razão pela qual julgo procedente a ação de investigação judicial eleitoral e determino a cassação dos diplomas eleitorais dos representados cominado-lhes sanção de inelegibilidade para as eleições a se realizarem nos 08 (oito) anos subsequentes à eleição de 2012“, decidiu o juiz Luiz Carlos.

Na sua defesa, os acusados argumentaram preliminarmente a intempestividade da representação e a ausência de documentos obrigatórios e no mérito, a inexistência de veracidade na acusação, que não demonstrou indícios do pedido de voto.


Márcia Bacelar a um passo do PDT

É tido como certo a filiação da ex-prefeita de Coelho Neto Márcia Bacelar, ao PDT. As articulações estão bastante avançada.


A ex-prefeita ultimamente tem estado muito próximo aos comandantes do PDT local.  Para tanto se fez necessário muitas articulações entre pessoas ligada a líder político como Renato Martins e os caciques do PDT, o ex-vereador Mariano Crateús, Luizinho do Balão, Antonio Ramos, Josué Viana, José Eustáquio, Antonio Machado do Comercial Machado, e outros.
Depois da conversa obtida com Márcia Bacelar, em sua residência nesta segunda-feira 27, e os pedetistas ficou praticamente decidido que ela se filiará a legenda.

A filiação de Márcia Bacelar e de seu esposo Antonio Bacelar que deve ir pra outro partido será marcada por uma grande festa que se transformará em um grande ato político.

O líder comunitário Renato Martins, figura ligada a Dra. Márcia Bacelar tido como um de seus fiéis escudeiros também sairá do PV rumo ao PDT.    


Antonio Bacelar que   também figurará como pré-candidato a prefeito junto aos demais postulantes se filiará em outra agremiação partidária também da base aliada do governador Flávio Dino.  

quarta-feira, 29 de julho de 2015

Coluna do Magno: Viagem ao Rio. Do Portal gaditas

Jamais se poderá negar a importância da contribuição dos irmãos mais velhos para a criação e educação dos mais jovens. Mesmo porque a formação que   receberam os levou a isso, assim é que muitos ao atingirem a idade legal foram padrinhos dos subsequentes. Meus agradecimentos a todos, indistintamente, pela fraternidade do convívio e solidariedade sempre presente entre nós.
duque e maria
Dona Maria Bacelar
Imperativo se faz ressaltar a figura de D. MARIA BACELAR, mãe extremada, mulher corajosa e terna jamais foi coadjuvante, sempre esteve na linha de frente. Com o Duque vivo foi o seu esteio, depois de morto assumiu o comando com muita suavidade e segurança. “Teve firmeza sem perder a ternura”.  Sob sua supervisão e inspiração tivemos, naquele ano, férias diferentes nas quais diversão e trabalho se mesclaram nos preparativos para a viagem da esperança e da transformação.
Manter uma família tão numerosa de onze filhos dando-lhes educação primorosa não era, nem é agora, tarefa fácil principalmente quando a renda familiar provinha unicamente da zona rural. Os gastos eram regrados, não podíamos nos dar ao luxo do desperdício sob pena de faltar recurso para as prioridades: educação e saúde. A aquisição do apartamento provocou mudança radical e investimentos extras com enxoval completo: lençóis, fronhas, pijamas, calças, camisas, cuecas, toalhas, pano de prato, etc… tudo a ser confeccionado em Coelho Neto por D. Maria e suas auxiliares.  No Rio seriam adquiridos móveis, eletrodomésticos, agasalhos, meias e material didático. Por economia ainda levaríamos doces, biscoitos e outras guloseimas com sabor do Itapirema.  O excesso de bagagem tornou-se uma preocupação a mais. Sabia-se da rigidez das companhias aéreas sob este aspecto. Imaginava-se uma maneira de minimizar este custo.
Para amealhar um dinheirinho extra era permitido a cada menino uma cota de frutas, doces e broas a ser vendida na loja. Competia ao beneficiário a coleta das frutas e agradar uma das ajudantes da cozinha para preparar os quitutes. As meninas eram beneficiadas com trabalhos manuais de costura, dos quais igualmente participavam, também vendidos no comércio. Esta prática salutar ensinava as crianças a amealhar recursos próprios por elas administrados no período letivo.
 Ao se aproximar o fim das férias iniciou-se também o banzo da saudade antecipada. Por fim, entre lágrimas e sorrisos, chegou o dia da viagem. O primeiro trecho Coelho Neto- Caxias, feito na carroceria de caminhão e sujeito aos riachos estarem secos. A segunda etapa Caxias – São Luís, no trem que “tanto queima como atrasa.” À terceira e última São Luís – Rio, estavam reservadas todas as expectativas pois seria feita de avião.
Alguém, amigo da família, sugeriu que levássemos uma empregada do Maranhão e indicou a candidata. Apresentou-se uma loira oxigenada, logo apelidada de dona Marta, por pretender imitar à baiana Marta Rocha, recém eleita Miss Brasil e que perdera a coroa de Miss Universo por duas polegadas a mais nos quadris.
Hora do embarque todos no aeroporto, inclusive a empregada, “mais enfeitada de que a noite do meu bem”. Para driblar a balança combinamos que os meninos levariam, como bagagem de mão, os enlatados acomodados em sacolas de tecido resistente e confeccionadas por minha adorada mãe.
Naquele tempo o trecho que iriamos fazer demorava o dia inteiro, o equipamento um DC-3, voava baixo, era lento, e fazia muitas escalas. Decolamos do aeroporto do Tirirical às 5 horas da manhã e se não houvesse atraso a previsão de pouso seria para às 17 horas no Santos Dumont RJ. Justamente neste dia houve atraso (pane) em Bom Jesus da Lapa – BA. Ordenaram que os passageiros saltassem levando as bagagens de mão. Bernardo e Luís levavam uma das sacolas, eu e Afonso a outra. O comissário de bordo, atencioso demais, se ofereceu para ajudar a primeira dupla, o Bernardo balançou a sacola soltando-a de uma vez ela que caiu no peito do comissário. Foi tiro e queda, do chão o homem, que não contava com tanto peso gritou: “quer me matar”?
Sanada a pane reembarcamos e foi possível chegar ao destino em torno das 18 horas. A demora foi acomodar todos os viajantes e respectivas bagagens nos taxis.  No apartamento a sensação inicial foi de deslumbramento pois não conhecíamos este tipo de residência. Aplacada a excitação inicial todos se recolheram, as mulheres em um quarto e os homens no outro em que foram colocadas camas beliche. O AP dispunha de dependência de empregada das quais dona Marta “aparentemente” tomou posse. Entretanto seus aposentos amanheceram desertos, sobre a cama apenas um bilhete nos seguintes termos: “Todos procuram suas melhoras eu vou procurar as minhas… ADEUS”.
Nunca se chegou a saber o que ela realmente encontrou …
*Dr. Magno Bacelar é advogado e exerceu os cargos de deputado estadual, deputado federal, senador da república, vice-prefeito de São Luís e prefeito de Coelho Neto.

Raimundo Silva presente na Reunião das oposições

O vereador Raimundo Silva do PHS, foi presença marcante na mais recente reunião das oposições em Coelho Neto, ocorrida neste sábado, 25 de julho.



Como se não bastasse só a sua presença, o vereador Raimundo Silva, ainda usou a palavra e pontuou temas importantes e indispensáveis para a manutenção da unidade do grupo. Raimundo Silva além de representar a sua pessoa na reunião ainda representou o PHS Partido da qual é Presidente em Coelho Neto e será uma agremiação partidária de grande importância estratégica para o embate do próximo ano.

Ainda em sua fala o Parlamentar também fez uma espécie de prestação de contas para os presentes de sua atuação parlamentar.

Embora estivesse bastante ocupado nas atividades religiosas do festejo de Sant’ Ana, Raimundo Silva, encontrou em sua concorrida agenda espaço disponível para participar das reuniões do fórum permanente de discussões instalado naquele dia na residência da vereadora e membro do Governo Flávio Dino, Cristiane Bacelar.   

Ficou visível no rosto de Raimundo Silva, a satisfação e contentamento que ele faz questão de demostrar em está discutindo política ao lado de quem tanto lhe inspirou na política partidária e em quem ele e sua família votaram bastante, a ex-prefeita de Coelho Neto, Márcia Bacelar.   



INCÊNDIO NA LÍDER ELETRÔNICA EM COELHO NETO





Talvez um curto circuito tenha sido a causa deste incêndio ocorrido na líder Eletrônica.
De acordo com o proprietário da líder eletrônica, o Sr Milton a loja estava fechada quando se deu o início do incêndio, o mesmo já se encontrava em sua residência quando foi informado que a sua loja estava em chamas o mesmo então se dirigiu ao local e ainda conseguiu salvar alguns equipamentos dos seus clientes.

No que vi no local foi perda total, felizmente o carro bombeiro do GIJS,chegou a tempo de impedir que o pior acontecesse pois a líder em chamas rodeadas de lojas em volta e residências se não fosse a equipe de combate a incêndios do grupo talvez este incêndio toma-se proporções maiores.
Do Blog do João Ozorio