Mensagem da Semana

E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra. Apocalipse 22:12

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Fábio Braga alerta prefeitos: “a ordem agora é reduzir despesas”

O deputado Fábio Braga (SD) deu boas vindas, na sessão desta segunda-feira (13), aos novos prefeitos maranhenses que assumiram em janeiro, diante da grave crise na economia. “Estamos enfrentando uma das maiores crises da história republicana, principalmente por conta do modelo de redistribuição das receitas fiscais do País que prioriza a União em detrimento dos Estados e dos Municípios, os quais há muitos anos têm ficado com a menor parte de tudo que é arrecadado pelos cofres públicos”, avaliou.

Deputado Fábio Braga em discurso na Alema.
O parlamentar disse que vai atuar no sentido alcançar o desenvolvimento econômico do Maranhão. “O povo do Maranhão é um povo ordeiro e trabalhador, e nós estamos conscientes de que somos uma peça chave na busca dos objetivos da população. Eu queria aproveitar o momento para dar boas-vindas e muito sucesso às administrações dos novos prefeitos, dos que estão assumindo e os que já estão prosseguindo na luta de quatro anos atrás. Eu quero aqui, em nome da Assembleia e de todos os deputados, dizer que esta Casa está aberta a todos os novos gestores e acessível para colaborar com aquilo que tiver ao alcance dos deputados do estado do Maranhão. Sabemos que a batalha dos prefeitos é mais árdua ainda que a batalha dos governadores, embora todos estejam com uma forte sobrecarga para conduzir”, afirmou.

De acordo com o deputado, a recessão brasileira entrou no terceiro ano consecutivo, reduzindo o Produto Interno Bruto (PIB) por dois anos consecutivos. “Tivemos uma baixa sensível que estancou o crescimento e a arrecadação fiscal da União e travou o desenvolvimento de novos negócios em quase todas as atividades econômicas. Dentre as grandes vítimas desta retração, os estados e os municípios brasileiros foram certamente os que mais se ressentiram, porque viram receitas importantes como os fundos de participação sofrer fortes quedas nos últimos anos, dificultar o gerenciamento da crise de cada unidade da federação”, analisou.

De acordo com Fábio Braga, a ordem agora é reduzir despesas, economizar, ter cautela, tentar sobreviver em um ambiente de turbulência política, social e econômica. “É claro que vamos sair vencedores dessa batalha porque somos fortes, somos um povo lutador e otimista. Concluo minha fala dizendo aos meus queridos amigos prefeitos e amigas prefeitas do estado do Maranhão, os novos e já veteranos, que a situação que cada um vai encontrar nas suas cidades exige atenção, cautela e prudência nas decisões que precisam ser tomadas. Algumas serão amargas, outas nem tanto, mas a situação exige no mínimo de cada um dos senhores e senhoras gestores municipais que não percam de vista a orientação dos Tribunais de Contas em relação principalmente à Lei de Responsabilidade Fiscal que, como todo mundo sabe, é um balizamento de tudo que o gestor tem a seguir em relação às normas de finanças públicas voltadas para a responsabilidade de sua gestão”, finalizou.


Nenhum comentário:

Postar um comentário