GPI - Provedor

GPI - Provedor

Mensagem da Semana

E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra. Apocalipse 22:12

ANTES NÃO TINHA, AGORA TEM!

ANTES NÃO TINHA, AGORA TEM!

COLABORADORES

COLABORADORES

terça-feira, 18 de dezembro de 2018

Após derrota da presidência agora a perda do mandato: Osmar e o risco de ficar sem mandato com a reabertura da CPI do Contrato da S10

Osmar Aguiar, presidente derrotado do PT
na emenencia da perda do seu mandato...
Quer queiram ou não admitir, as coisas estão ficando afrodescendentes para o governo do PT em Coelho Neto... 

Agora com mais essa derrota imposta pela oposição ao prefeito Américo de Sousa (PT), após a tomada do poder da câmara de Osmar Aguiar (PT), volta com todas as forças o escândalo que abalou as principais estruturas do governo petista. Trata-se do caso da caminhonete da Câmara contratada no valor de quase R$ 200 mil, envolvendo diretamente o então presidente. 

No período em que foi feito o contrato imoral, o aluguel que daria para comprar uma caminhonete 0km (zero quilometro), em poucos dias a vida de Osmar virou de cabeça para baixo após o caso chegar ao conhecimento da população, onde houve o pressionamento dos parlamentares pela necessidade da abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito – CPI para investigar o contrato indecente da caminhonete ora celebrado pelo responsável pela direção daquela casa. 

No período do estopim da situação, para poder se safar da colossal confusão, o presidente chegou a emitir nota negando o fato e usou a tribuna para tentar se explicar mas não convenceu por não ter apresentado quaisquer documentos que provasse o contrário a respeito das acusações sobre o contrato. 

Após ter tentado colocar panos mornos no assunto, Osmar ensaiou várias desculpas sobre a imoralidade do contrato o que comprovou que algo irregular existia nesta história, e como num passe de mágica o carro simplesmente desapareceu. 

E neste novo momento em que a oposição ocupa a bancada da mesa diretora, não se pode perder um segundo sequer e demonstrar compromisso moral com a sociedade e de no mínimo reabrir o caso e discutir o assunto com mais seriedade abordando com afinco a veracidade dos fatos e trazer ao povo o real conhecimento do caso e aplicar a justiça. 

Cabe agora unicamente ao novo presidente eleito da câmara, Marcos Tourinho (PDT), ter a coragem e a audácia de convocar a mesa diretora e como primeiro passo de sua gestão em 2019 provar que não existe conveniências e protecionismo entre eles e cumprir a justiça e reabrindo a CPI e dar uma resposta a população que deseja que esse assunto seja esclarecido até as últimas instancias. 

Uma satisfação deve ser dada o que demostraria o mínimo de respeito dos vereadores com o manuseio dos recursos públicos do município. 

Afinal de contas Dr. Marcos, você disse que seu governo  será de “transparência...” 

A impunidade contribui para construção da delinquencia.


Nenhum comentário:

Postar um comentário