Mensagem da Semana

E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra. Apocalipse 22:12

ANTES NÃO TINHA, AGORA TEM!

ANTES NÃO TINHA, AGORA TEM!

quarta-feira, 11 de julho de 2018

Veja os nomes: Marcos Caldas é um dos cotados na lista do Palácio dos Leões como um dos que devem ser eleitos em 2018

Marcos Caldas, Cotado pelo Palácio dos Leões
 como um dos eleitos
 
A composição da Assembleia Legislativa para o próximo mandato já começa a ser ventilada por comunistas, pedetistas, socialistas e outros, entre os nomes fortes e com chances reais de ser eleito segundo o ponto de vista e prognósticos já feitos pelo Palácio dos Leões, estar o nome de Marcos Calda (PTB). 

A carreira política de Marcos Caldas se deu em 2006 ao ser eleito deputado estadual, sendo reeleito em 2010. Vice-presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, assumiu interinamente o governo do Maranhão entre os dias 5 e 15 de abril de 2012. Com o retorno da titular Roseana Sarney ao cargo de governadora em 15 de abril de 2012, voltou à vice-presidência da Assembleia Legislativa do Maranhão. 

Candidatou-se a deputado estadual em 2014, com uma votação de 30.834, chegando a ser primeiro suplente da coligação. Com a licença de Alexandre Almeida em 2016, Marcos Caldas ascendeu ao mandato de deputado estadual já como membro do PSDB. Permaneceu até 19 de outubro de 2016 com o retorno do titular, Alexandre Almeida. Atualmente é filiado ao PTB. 

Assim como também entre os bem aceitos pelo povo e praticamente eleitos estão: Othelino Neto (PCdoB), Carlinhos Florêncio (PCdoB), Marco Aurélio (PCdoB), Cleide Coutinho (PDT), Glalbert Cutrim (PDT), Rafael Leitoa (PDT), Fábio Macedo (PDT), Rogério Cafeteira (DEM), Antônio Pereira (DEM), Neto Evangelista (DEM), o substituto de Stênio Rezende (DEM)*, Detinha (PR), Vinicius Louro (PR), Marcelo Tavares (PSB), Édson Araújo (PSB), Júnior Verde (PRB), Zé Gentil (PRB) e Edivaldo Holanda Braga (PTC). 

Daqueles que compõem os partidos PCdoB, PDT e DEM, o Palácio dos Leões aposta que Levi Pontes, Francisca Primo, Paulo Neto, Raimundo Cutrim, Ricardo Rios e Valéria Macedo não devem renovar os seus mandatos. 

PPS, PROS, PEN e PTB também são monitorados, porém as atenções ficam mais voltadas para Jota Pinto (PEN), Pastor Cavalcante (PROS) e Marcos Caldas (PTB). 


(Com informações do Diego Emir/ adaptação do Portal Leste Maranhense)

Nenhum comentário:

Postar um comentário