GPI - Provedor

GPI - Provedor

Mensagem da Semana

E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra. Apocalipse 22:12

ANTES NÃO TINHA, AGORA TEM!

ANTES NÃO TINHA, AGORA TEM!

COLABORADORES

COLABORADORES

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Deputado Zé Carlos fala sobre reunião com ministro dos Transportes

O deputado Zé Carlos do PT,(foto) em pronunciamento na Sessão Plenária, na tarde desta segunda-feira (24/10), relatou o que foi a reunião que aconteceu no mesmo dia, pela manhã, no Palácio dos Leões, com o ministro dos Transportes, Paulo Passos, e o diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes - Dnit, Jorge Fraxe, que vieram ao Maranhão atendendo a um convite da governadora Roseana.



O assunto tratado durante a reunião foi o cancelamento da licitação da duplicação da BR-135. Para o parlamentar petista, é difícil crer que no projeto elaborado há tanto tempo e por engenheiros do Maranhão que, segundo ele, são competentes e já deram demonstração de sua capacidade em outras ocasiões, não conste a análise de solo daquela área.



“O Senador Edison Lobão Filho fez um resumo rápido desse projeto - há mais de cinco anos em gestação, há mais de um ano e meio em elaboração e há mais de um ano em licitação -, que neste momento, depois de auditado pelo TCU, dos dez itens apontados, oito foram aprovados; somente dois com ressalva. Posteriormente a isso, o projeto teve que ter sua licitação cancelada. Custam-me muito acreditar que os engenheiros do Maranhão tenham cometido tamanha falha; que um projeto seja aprovado sem que a análise de solo, que é a base de qualquer inicio, tenha sido estudada”, esclareceu o deputado Zé Carlos.



O petista também externou o seu apoio aos técnicos do Dnit e aos engenheiros maranhenses, enfatizando que o sentimento de insatisfação entre deputados federais e senadores é compartilhado da mesma forma por ele, em relação às respostas que foram dadas sobre a licitação da BR-135 e as causas de sua anulação.



“Outra preocupação que tenho é em relação à probabilidade do interesse da duplicação da empresa Vale – que ele venha a interferir ou esteja interferindo no projeto do Estado do Maranhão. Embora justificada que esta possibilidade não procederia, saí da reunião com a clara sensação de que é possível que aconteça o contrário” declarou o deputado Zé Carlos.



Ele concluiu a sua fala alertando para os perigos que a estrada representa hoje ao povo maranhense: “Nós, da Assembleia Legislativa, não podemos permitir que isso continue acontecendo”. Os deputados Rogério Cafeteira (PMN), Stênio Rezende (PMDB) e Eduardo Braide (PMN) também subiram à tribuna para opinar sobre o assunto.



Fonte: Ascom / Deputado Zé Carlos do PT

Nenhum comentário:

Postar um comentário