GPI - Provedor

GPI - Provedor

Mensagem da Semana

E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra. Apocalipse 22:12

ANTES NÃO TINHA, AGORA TEM!

ANTES NÃO TINHA, AGORA TEM!

COLABORADORES

COLABORADORES

sábado, 24 de janeiro de 2015

SUPERAÇÃO: Estudante maranhense com Deficiência e de escola pública obteve nota máxima na Redação do ENEM


Estudante Nota Mil

O jovem maranhense Luís Henrique de Sales Santos, de 19 anos, está entre os 250 estudantes com nota máxima (Nota 1.000) na Redação do ENEM 2014, dentre os 6,2 milhões de brasileiros que fizeram a prova.

A conquista alcançada por Luís Henrique é ainda mais exitosa ao observarmos que mais de 500 mil estudantes de todo o país tiraram nota Zero na Redação.

Filho de funcionário público e de uma dona-de-casa, o jovem, que perdeu 25% da audição por consequência de uma paralisia cerebral, estudou toda a sua vida em escola pública, sempre se destacando por suas notas altas.

No ano passado, Luís Henrique procurou o Curso Wellington, encontrando o apoio necessário para dar continuidade ao sonho de estudar em uma Universidade Federal. Realizou pela primeira vez o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), onde obteve nota máxima na Redação (mil pontos), o que o levou a escolher o curso dos sonhos: Ciências da Computação.

O apoio dos pais, a dedicação aos estudos e o amor à leitura foram os recursos usados por Luís Henrique para se sobrepor às dificuldades aparentes que teve de enfrentar.

"Sempre fui estudioso e com frequência estou com um livro na mão ou lendo uma reportagem. Vou além do que a escola me dá", afirmou o estudante.

Para o educador Carlos Wellington, proprietário do Curso Wellington, o estudante Luís Henrique, PCD (Pessoa Com Deficiência), é motivo de orgulho, por ser um exemplo de superação.

"Luís Henrique é um exemplo de superação, dedicação, persistência e a prova de que, quando se sonha e se luta por um objetivo, não há dificuldade que impeça sua realização. O Curso Wellington sente-se honrado em ter contribuído para tal conquista", destacou o professor Wellington.

Nenhum comentário:

Postar um comentário