Mensagem da Semana

E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra. Apocalipse 22:12

PACTO PELA PAZ

PACTO PELA PAZ

sábado, 20 de maio de 2017

Sarney traiu Lula, Dilma e agora pode abandonar Temer

O governador Flávio Dino fez uma sugestão ao ex-senador José Sarney. Pediu que ele e o seu grupo mantenham-se, ao menos uma vez, fiéis aos aliados. “Defendam o governo Temer. Sem traição. Vamos ver se vocês conseguem pelo menos uma vez”, afirmou.

Apoiador de todos os governos presidenciais que já passaram, Sarney pode pular a qualquer momento do barco de Temer se sentir que o presidente pode ser afastado por conta das denúncias de corrupção do seu governo. Foi assim com Luiz Inácio Lula e Dilma Rousseff.

Depois de se beneficiar com cargos, ministérios e todo tipo de benesses nos mandatos de Lula e Dilma na Presidência, José Sarney os traiu e, junto com a filha Roseana, apoiaram o impeachment para que Temer assumisse.

Conhecedor do modos operandi perfidioso de Sarney, o governador Flávio Dino prevê o que irá acontecer. “Todos sabem o que Sarney fará: conspirar contra Temer e buscar alguns cargos e vantagens em eventual novo governo. Qualquer que seja ele”, vaticinou Dino.

Sarney esteve ontem no Palácio do Planalto e aconselhou o presidente Michel Temer a não renunciar. Por trás do interesse de Sarney, manter o poder e seus privilégios no governo e o sonho de comandar novamente o Maranhão com a ajuda da estrutura federal. Embora todos saibam que no caso de Temer ser deposto, independe de quem assumir, Sarney, que nunca foi oposição na vida, logo se declarará aliado de primeira.


Nenhum comentário:

Postar um comentário