MAIS OBRAS

MAIS OBRAS

Mensagem da Semana

E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra. Apocalipse 22:12

quarta-feira, 12 de outubro de 2016

Mais uma vitória nas urnas de Flávio Dino - As eleições muncipais deste ano mudam o mapa politico do Estado

vale_flavio_eleicao_2014_-_candidato_a_governador_flavio
Governado Flávio Dino
O resultado das eleições municipais de domingo (2 de outubro) traduz uma expressiva mudança no mapa político do Maranhão. O governador Flavio Dino (PCdoB) avalia que esta mudança confirma o fim da hegemonia da família e do grupo político do ex-presidente José Sarney (PMDB) no Estado. Para o governador, o grupo de partidos que faz oposição ao PMDB maranhense conquistou a prefeitura de 150 dos 217 municípios do Estado no primeiro turno. Nas eleições passadas, esse número foi 17. Somente o PCdoB, saltou de 4 prefeituras para 46.
“De um modo geral, quando olhamos os partidos no nosso campo, nós tivemos vitórias importantes não só no sentido quantitativo, mas também quantitativo. Nós ganhamos nas maiores cidades, vamos para o segundo turno na capital”, afirmou o governador.
Em São Luís, o candidato do PMDB, Fábio Câmara, terminou a disputa em quinto lugar, com 3,6% dos votos. Apoiado por Dino, o atual prefeito, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), vai disputar o segundo turno com Eduardo Braide (PMN).
Esta foi a primeira eleição após a saída da família Sarney do governo do Maranhão, em 2014, quando Dino venceu a disputa e colocou fim em um ciclo de quase 50 anos de poder no Estado do grupo político do ex-presidente.
Na Assembleia Legislativa, os deputados Othelino Neto (PCdoB), Marco Aurélio (PCdoB), Rogério Cafeteira (PSB), Marcos Caldas (PSDB) e Bira do Pindaré (PSB) afirmaram que Flávio Dino ajudou a eleger a grande maioria dos prefeitos entre os 217 municípios. Na avaliação de Othelino, por exemplo, “o povo continua sinalizando no sentido da construção de um Maranhão diferente. O governo Flávio Dino está muito bem avaliado na maioria dos municípios. Basta olhar os resultados das urnas. Se forem somar PCdoB, PDT, PSDB e outros partidos aliados, foi uma avassaladora vitória dos partidos do campo do governador Flávio Dino”, garantiu. Bira do Pindaré citou o exemplo de Paço do Lumiar, com a vitória do ex-deputado Domingos Dutra, e Coroatá, com a de Luis da Amovelar Filho, derrotando, respectivamente, as famílias Aroso e a Murad. “Em Coroatá, o povo decidiu por Luís da Amovelar; foi essa a decisão do povo, contra os interesses de Ricardo Murad, e ele vai ter que aceitar a decisão do povo, que já está tomada.”
O deputado Marco Aurélio destacou o papel do PCdoB. Para ele, o seu partido teve um fortalecimento incomparável. “O PCdoB, que tinha 12 prefeitos, agora subiu para 46 prefeitos eleitos, contando também com os reeleitos. Um fortalecimento do nosso partido, que passa a ser o partido que tem o maior número de prefeitos do Estado do Maranhão.” Na avaliação do líder do Governo, Rogério Cafeteria, e do deputado Marcos Caldas, o governador ajudou na eleição de vários aliados, sem se preocupar apenas com os candidatos internos do PCdoB.
“O eleitor, vou ser sincero, para mim leva muito pouco em conta isso, principalmente no interior do Estado, ele vê a realidade do município e se agente for fazer uma leitura de quem ganhou e perdeu, se a gente for ver os prefeitos aliados do governo, o governo teve uma vitória avassaladora, com mais de 150 prefeitos”, assegurou Rogério Cafeteira.
Manoel Santos Neto (JP)

Nenhum comentário:

Postar um comentário