Buriti, Novo Tempo, Nova História!

Buriti, Novo Tempo, Nova História!

Mensagem da Semana

E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra. Apocalipse 22:12

COLABORADORES

COLABORADORES

EM BURITI VISITE A RADICAL MOTOS

EM BURITI VISITE A RADICAL MOTOS

domingo, 24 de março de 2019

“A saúde de Coelho Neto é uma vergonha”, diz vereador Mohabe Branco

Vereador Mohabe Branco (PSD), fala sobre
situação do Hos. Municipal de Coelho Neto.
O vereador Mohabe Branco (PSD), utilizou o Grande Expediente na Sessão Ordinária da última quinta (21), para tratar da questão do Hospital Municipal de Coelho Neto.

O parlamentar fez um pedido de desculpas públicas ao empresário Luis Serra, por ter assinado no início do governo um documento encaminhado pelo Executivo aos vereadores para desapropriar o Hospital Ivan Ruy e a área no entorno.

Ele justificou que assinou porque imaginava que aquilo seria revertido em bem para a população, mas que passado o tempo ele verificou que tudo não passou de um engodo.

“Não gerou nada, não teve resultado, não temos hospital em Coelho Neto, nós temos uma maternidade jogada as traças”, disse ele dizendo que tudo não passou de perseguição política. Tem populares que sofrem esperando uma cirurgia ortopédica e não consegue, outra precisando de fisioterapia e não consegue, a nossa Maternidade as grávidas tem que sair pra ter bebê em Caxias ou nas cidades vizinhas. A boca desse povo é desapropriar as coisas alheias e não resolvem nada”

APARTES

Rafael Cruz

O vereador Rafael Cruz (MDB), parabenizou o parlamentar pelo gesto do pedido de desculpas, reforçou a prática perseguidora do atual governo e que o documento encaminhado pelo Executivo era um documento desnecessário, apenas para dividir a responsabilidade de não fazer o hospital.

“Ele mandou o pedido. Se os vereadores não assinassem ele ia dizer que a culpa era dos vereadores, se os vereadores ele ia dizer que a culpa da desapropriação era também dos vereadores e se os vereadores assinassem e o Luis Serra entrasse na justiça a culpa era do Luis Serra, ou seja de todo jeito ele não ia fazer o hospital, como não vai fazer”, disse ele.

Ricardo Chaves

O vereador Ricardo Chaves (PPS), defendeu a boa intenção do vereador ao assinar o documento. “Quando o senhor assinou estava pensando na saúde do povo de Coelho Neto e infelizmente boa parte dos vereadores também pensaram a mesma coisa”, disse ele. O popular-socialista enalteceu o perfil do parlamentar.

Marcos Tourinho

Em sua fala o presidente da Câmara Marcos Tourinho (PDT), também contribuiu com o discurso explicando o que fora o documento. Ele disse que na época se fosse para desapropriar o Ivan Ruy ele assinaria, mas se fosse para desapropria os terrenos em volta ele não assinaria, como não assinou, embora o empresário Luis Serra pense que ele assinou a referida autorização.

“A saúde está um caos, um sofrimento sem fim, quando a pessoa tem um acidente de gravidade para conseguir uma UTI é um sacrifício necessitando de intervenção política para ter uma vaga. A região está sofrida, cadê as promessas de campanha do governador e a gente não sai do vermelho. Ia se desapropriar um hospital não foi, ia desapropriar o outro não foi, ia construir um não foi e nesse problema o governo do Estado também tem sua culpa.”, destacou ele, que também reclamou das condições da Regional de Saúde em Caxias.


Ascom/CMCN

Nenhum comentário:

Postar um comentário