Buriti, Novo Tempo, Nova História!

Buriti, Novo Tempo, Nova História!

Mensagem da Semana

E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra. Apocalipse 22:12

COLABORADORES

COLABORADORES

EM BURITI VISITE A RADICAL MOTOS

EM BURITI VISITE A RADICAL MOTOS

sábado, 21 de outubro de 2017

E tome derrota: com apitos e cartazes, Arquimedes obriga servidores a comparecerem na câmara e mesmo assim sofre mais uma derrota imposta por vereadores

Com a presença da policia, a sessão de ontem (20), em Afonso Cunha ficara marcada.Muito diferente do que insinua o prefeito de Afonso Cunha Arquimedes Bacelar (PTB), os vereadores oposicionistas, mas sim a manobra covarde e perseguidora do gestor em querer tomar a qualquer custo o terreno da Associação dos Amigos de Afonso Cunha por pura retaliação.

O motivo da querela é a utilização de um terreno para abrigar o projeto de uma cozinha comunitária com capacidade para 300 refeições, que já estar liberado pelo Governo do Estado.

Como se não bastasse Arquimedes coagiu os servidores contratados da prefeitura de Afonso Cunha a compareceram na câmara municipal, munidos com cartazes e apitos e ainda deu um recado prévio aos contratados “que o funcionário DELE que não for, segunda-feira será colocado para fora”.

Os vereadores da oposição Zé do Gás, Francisco Capitula, Fernanda Braga, Zezinho da Padaria e Faride Crispim, por precaução da conhecida truculência do prefeito, solicitaram proteção policial com receio da reação dos “servidores obrigados” que haviam confirmado presença.

Prefeito Arquimedes Bacelar e suas colocações infundadas
Na sessão, o prefeito Arquimedes Bacelar (PTB), ao se pronunciar ainda tentou um ludibrio porem foi infeliz em suas colocações onde massificou ainda mais a ideia de perseguição a associação, tendo apenas o apoio dos vereadores de sua base governista, de onde teve a apreciação favorável dos vereadores Pedro Medeiros, Paizinho, Evangelista Braga e Manoel Gomes.

E sustentando suas palavras, permaneceram firmes nas suas decisões e votaram contra a absurda perseguição do prefeito, os vereadores Zé do Gás, Faride Crispim, Fernanda Braga, Francisco Capitula e Zezinho da Padaria.

Os vereadores de oposição em Afonso Cunha não estão contra a construção da Cozinha Comunitária, mas sim as medidas de perseguições e truculências de Arquimedes, que quer tomar um terreno a qualquer custo, quando já tem um terreno disponivél.

A guarnição da policia resguardou a integridade dos parlamentares, que com tal postura, a oposição demonstra responsabilidade e permanência ao lado do povo, e que não aceitarão nenhum tipo de manobras, vindas de perseguições políticas da desastrosa gestão de Arquimedes.



Nenhum comentário:

Postar um comentário