Mensagem da Semana

E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra. Apocalipse 22:12

ANTES NÃO TINHA, AGORA TEM!

ANTES NÃO TINHA, AGORA TEM!

quarta-feira, 25 de abril de 2018

Medo de terceira denúncia contra Temer faz Roseana repensar candidatura

A possibilidade cada vez mais clara de uma terceira denúncia contra o intragável Michel Temer (MDB) chegar ao Congresso Nacional tem atormentado a cabeça do oligarca José Sarney e de sua filha Roseana.

Investiga-se a suspeita de que Temer tenha recebido propinas para editar, no ano passado, decreto que afetou os negócios de empresas portuárias. A Polícia Federal diz ter colecionado evidências de que há um esquema de corrupção funcionando no setor de portos há mais de 20 anos.

Nessa versão, o principal operador de Temer é o coronel da reserva da PM paulista João Baptista Lima, amigo do presidente há três décadas. Nas palavras dos investigadores, as propinas tiveram “fins pessoais e eleitorais”.

O fato é que a oligarquia Sarney nunca pôs a mão no bolso para fazer suas campanhas eleitorais aqui no Maranhão e pretende continuar assim. Sempre usufruindo dos cofres públicos estaduais e/ou federais.

Zé Sarney tem nas mangas a promessa de apoio financeiro do presidente Michel Temer à pré-candidatura da filha. E a velha raposa está cobrando a fatura.

A denúncia contra o presidente deve atrapalhar os planos da oligarquia. Os deputados já votaram duas vezes para impedir que o Supremo Tribunal Federal investigasse Michel Temer por suspeita de corrupção, lavagem de dinheiro e formação de organização criminosa.

Temer sabe que para se livrar dessa terceira denúncia terá que gastar muito mais dinheiro. Os deputados que votaram contra as duas primeiras denúncias, perderam muitos votos e, com medo de não se reeleger, estão dispostos a largá-lo de mão.

Esse “investimento” que o presidente precisará fazer para se livrar da investigação é o que pode comprometer as pretensões financeiras da oligarquia. Temer vai priorizar livrar o próprio pescoço.

O receio de Zé Sarney também passa pela visível desmotivação de sua filha. Roseana está cada vez mais desestimulada pela falta de apoio popular e político e pela extrema rejeição.

A terceira denúncia contra Temer vai deixar a “guerreira” em estado de depressão. Roseana está na iminência de ficar sem o que mais importa para a oligarquia Sarney, o dinheiro!

A história de Zé Sarney mostra que o oligarca não deve arriscar perder uma eleição por falta de “patrocínio”. As especulações de uma possível candidatura da Roseana ao parlamento estadual ou a Câmara federal não crescem à toa. (Marrapá)


Nenhum comentário:

Postar um comentário