MAIS OBRAS

MAIS OBRAS

Mensagem da Semana

E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra. Apocalipse 22:12

terça-feira, 8 de novembro de 2016

“Vou disputar o Senado em 2018”, afirma Gastão Vieira…

Gastão Vieira quer o Senado em 2018
Gastão Vieira quer o Senado em 2018
Ex-ministro e atual presidente do FNDE atribuiu a tentativa de afastá-lo do cargo a uma pressão do senador Roberto Rocha, elogia a “Quarta Via” criada por Hilton Gonçalo, Eduardo Braide e Wellington do Curso, e descarta participação no governo Flávio Dino

O ex-ministro do Turismo, ex-deputado federal e ex-candidato a senador Gastão Vieira (PROS), revelou ontem,  suas pretensões para as eleições de 2018.

– Sou candidato a senador. Tenho legenda e história para pleitear a vaga – afirmou Vieira, negando que esteja articulando vaga no governo Flávio Dino (PCdoB) ou na gestão de Edivaldo Júnior (PDT).

– Não teria por que ser secretário por apenas 1 ano, já que vou deixar o posto no início de 2018 para disputar o Senado – revelou ele, diante das especulações de que estaria sendo exonerado da presidência do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Gastão Vieira, inclusive, atribui ao senador Roberto Rocha (PSB) a pressão para afastá-lo do posto; mas garante que não há nenhuma ação do governo Michel Temer para tirá-lo.

Ainda sobre as eleições de 2018, Gastão Vieira diz ver com simpatia a chamada “Quarta Via”, movimento criado pelo prefeito eleito de Santa Rita, Hilton Gonçalo (PCdoB) e pelos deputados Eduardo Braide (PMN) e Wellington do Curso (PP).

– Eu incentivo este tipo de ação. São jovens ousados e corajosos, que podem chegar bem em 2018, sobretudo se tiverem a orientação de um político experiente. O futuro passa por estes jovens, como Hilton, Braide, Wellington, Edivaldo, Weverton, Eliziane – apontou.

Se tiver de optar por uma posição no Maranhão, revelou o ex-ministro, seu caminho mais natural seria um posto na gestão do futuro prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando Silva (PSDB).



Nenhum comentário:

Postar um comentário