Mensagem da Semana

E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra. Apocalipse 22:12

ANTES NÃO TINHA, AGORA TEM!

ANTES NÃO TINHA, AGORA TEM!

domingo, 23 de abril de 2017

Ainda em 2016, Jornal dos Sarney’s vazou delações contra Flávio Dino

Em agosto de 2016, o Jornal O Estado do Maranhão e no site Imirante mostram que o sistema Mirante de comunicação sabia da delação contra o governador Flávio Dino (PCdoB). Ao contrário do factoide criado sobre uma suposta interferência do governador, o jornal da família já havia vazado o conteúdo do depoimento do ex-executivo da Odebrecht, José de Carvalho Filho.

No dia sete de agosto de 2016, a página 3, de “O Estado”, informou que o governador Flávio Dino havia sido citado por executivos da Odebrecht como beneficiário de pagamento no valor de R$ 200 mil em propina. O conteúdo do delator José Carvalho Silva, só foi divulgado na semana passada e coincidiu com o mesmo valor publicado pelo EMA e pelo Jornal O Globo, um dia antes.

Dino conseguiu no dia 17 de março documento emitido pela Câmara do deputados que comprova sua inocência, ao mostrar que não era relator de um projeto de Lei a qual supostamente teria recebido propina da Odebrecht. Foi essa prova que mexeu com os nervos da oposição.

O Supremo Tribunal Federal criou uma comissão para investigar o vazamento do conteúdo das delações antes mesmo de ser liberado a imprensa. Diante das informações privilegiadas comprovadamente recebidas pelo jornal da família Sarney, é preciso saber como o as parceiras Mirante e Globo sabiam do caso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário