Mensagem da Semana

E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra. Apocalipse 22:12

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

População destrói delegacia e carcereiro é baleado


SÃO LUÍS - Mais de quinhentas pessoas invadiram a delegacia do município de Cururupu, que fica a 451 quilômetros de São Luís, para linchar um homem preso no fim da manhã desta quinta-feira (27). Carlos Coelho Fonseca, de 36 anos é suspeito de ter assassinado o lavrador José Mariano Franco Monteiro, de 50 anos. Durante o confronto, o carcereiro da delegacia foi atingido por um tiro.

Durante mais de trinta minutos houve confronto entre os manifestantes e a polícia. A população apedrejou a delegacia. Para conter a ira dos moradores, a delegada teve que pedir reforço para municípios próximos a Cururupu. As viaturas da polícia de Pinheiro que foram para o local ficaram parcialmente destruídas. O Grupo Tático Aéreo (GTA), também foi deslocado para ajudar a conter a população. Para evitar que o preso fosse linchado, a polícia teve que usar bombas de gás e vários disparos para cima foram efetuados.

Crime

De acordo com a polícia, o lavrador José Mariano Monteiro saia de casa para caçar, por volta das cinco horas da manhã, quando avistou Carlos Fonseca que estaria roubando galinhas em um quintal de uma casa. O lavrador teria alertado o suspeito, que com raiva, deu um tiro de espingarda acertando a vítima no peito esquerdo. José Mariano Monteiro morreu na hora.

Prisão

Carlos Coelho Fonseca foi preso no fim da manhã desta quinta. Para prender o suspeito, a família da vítima teve que abastecer a viatura da polícia que estava sem combustível. De acordo com a população em vinte dias, oito pessoas foram assassinadas em Cururupu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário