Mensagem da Semana

E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra. Apocalipse 22:12

quarta-feira, 19 de agosto de 2020

Não emplaca!... Apresentado como ‘bode expiatório’ Luís Sousa amarga rejeição nas ruas e dentro do próprio grupo em Duque Bacelar

Com poucas e última opção, o nome do empresário Luís Sousa foi apresentado pelo prefeito Jorge Oliveira (ambos PCdoB) como sendo a raspa do taxo do grupo do comunista para representar o grupo do mandatário que não concorrerá à reeleição na cidade de Duque Bacelar. 

Assim que Flávio Furtado (PDT), anunciou a aliança com o grupo político do ex-prefeito Dr. Chico Burlamaqui (MDB), um verdadeiro ‘Deus nos acuda’ tomou conta do barco que já estava naufragando e um grito de salve-se que puder ainda ecoa nos tímpanos daqueles que ainda insistem em permanecer nesta nau. 

Após as explicitas recusas dos próprios aliados (José Junior, Benéfrance e Walter Marques) em não aceitarem o pedido adulativo para os representar, sobrou para o inexperiente empresário Luís Sousa o papel de ‘bode expiatório’ e assim a possibilidade de quebrar bem na emenda como comerciante. 

Sem discurso e muito menos capilaridade, o projeto que leva o nome de Luís, não está emplacando nas ruas além de não possui em sua totalidade a aceitação do próprio grupo. 

Os comentários internos dos próprios, não veem pé e muito menos cabeça na decisão de Jorge por Sousa. O fato é que esquecem que não haviam tantas opções para o capitão que a muito tempo já havia deixado a embarcação a deriva. 


Enquanto isso, é percebível uma deslocada caminhada tímida e um grupo que vivi uma sofrência sem fim!


Nenhum comentário:

Postar um comentário