Mensagem da Semana

E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra. Apocalipse 22:12

ANTES NÃO TINHA, AGORA TEM!

ANTES NÃO TINHA, AGORA TEM!

sábado, 10 de fevereiro de 2018

Barraqueiros estão proibidos de vender caipirinha no Carnaval de Codó

Assim como aconteceu no 1º festejo junino MAIS CULTURA, MAIS ALEGRIA, a Prefeitura Municipal de Codó decidiu proibir a venda da CAIPIRINHA nas barracas que foram montadas dentro do espaço onde será realizado o Carnaval de Codó.

A proibição não agradou os barraqueiros, pois eles argumentam que a venda da caipirinha era uma forma de aumentar os rendimentos e nunca teve sua venda suspensa nos carnavais realizados na história de Codó.

“É lamentável o que o prefeito fez novamente com a gente que trabalha com a venda de bebidas nas festas da prefeitura. Fizeram essa mesma besteira na festa junina e agora no carnaval”. Lamentou um dos vendedores.

Os barraqueiros também reclamam que a marca de cerveja escolhida pela organização para ser vendida no local não é apreciada pelos codoenses, a bebida é vendida em pequenas latinhas de 269 ml por incríveis R$ 10,00 (três unidades).

“Como se não bastasse ter proibido a gente de vender a caipirinha, ainda coloca uma marca de cerveja que ninguém gosta de beber. Só podem tá de sacanagem com a gente. Pegamos prejuízo no festejo junino por causa dessa marca e agora vamos pegar de novo”, disse um indignado vendedor de bebidas.

A marca de cerveja que ser vendida no Carnaval é a mesma que foi vendida no arraial desse ano e no carnaval do ano passado, nas duas oportunidades os barraqueiros também reclamaram de vendas abaixo do que eram registradas em anos anteriores.


Nenhum comentário:

Postar um comentário